Marinha realiza sobrevoo no litoral oeste do Ceará para monitorar novas manchas de óleo

Cerca de 300 km foram percorridos na operação e a substância foi encontrada na Praia do Cauípe.

Helicóptero da Marinha percorre vários estados nordestinos para contribuir com as operações contra o avanço do óleo Halisson Ferreira Um sobrevoo para monitoramento das manchas de óleo no litoral cearense foi realizado, na manhã deste sábado (9), com membros da Marinha do Brasil e da Secretária do Meio Ambiente do Ceará (Sema).

A equipe percorreu cerca de 300 km sobre o litoral oeste do Estado, durante três horas, e avistou óleo na faixa de areia da Praia do Cauípe, em Caucaia.

Não foram observados vestígios do material no mar, mas nos últimos quatro dias mais de 14 toneladas do material foram recolhidas. Toneladas de petróleo cru estão surgindo nas praias do Nordeste desde o início de agosto.

No Ceará, pelo menos 26 localidades foram atingidas pelo material, conforme o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Neste momento, de acordo com o relatório, a Praia de Cumbuco está oleada e outros cinco pontos do mar cearense ainda apresentam vestígios do óleo. No helicóptero da Marinha, que percorre vários estados nordestinos para contribuir com as operações contra o avanço do óleo, foi possível perceber petróleo cru na Praia do Cauípe, onde uma equipe realiza o trabalho de limpeza.

Ao todo, cerca de 19 toneladas de material foram retiradas no Estado desde o início da tragédia ambiental.

“Nos últimos quatro dias, no Cumbuco e no Cauípe, chegamos a retirar 14 toneladas do material, o que é mais do que foi retirado nos dois meses anteriores”, destaca o secretário de meio ambiente, Artur Bruno. Monitoramento Diariamente é realizado o monitoramento da costa oeste e da costa leste e as manchas foram notificadas em 15 municípios das 20 localidades que compõem o litoral cearense, conforme o titular da Sema.

Assim, quando há o avistamento de novos vestígios do material, a Capitania dos Portos - em conjunto com a Sema e outros órgãos oficiais - é acionada para fazer a limpeza e o recolhimento de animais, se for o caso.

“O Governo do Estado, através do Ciopaer (Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas) tem feito um sobrevoo diário para perceber se há manchas no mar ou em terra”, explica Artur Bruno. As equipes que realizam a fiscalização litorânea atuam desde 4h30 até o pôr do sol diariamente, como conta Madson Cardoso, Capitão dos Portos do Ceará.

“Mesmo com a utilização de uma aeronave é difícil perceber as manchas na água, por isso contamos com o nosso navio patrulha que faz todo o monitoramento na parte mais afastada da água”, pontua.

Nesta ação, Madson destaca que 50 fuzileiros navais realizam o recolhimento do material em Caucaia. Initial plugin text
Categoria:Natureza