Igrejas pedem calma no Chile e estudantes cristãos anunciam o Evangelho em meio a protestos

A crise política no Chile se tornou uma oportunidade para que grupos evangélicos se reúnam para evangelizar em meio aos protestos, levando a mensagem de paz e esperança que a Bíblia oferece.

“Nesses momentos difíceis, estamos vendo a injustiça na educação e no sistema de saúde”, disse um dos estudantes cristãos a passageiros em um ônibus.”Governo após governo, houve injustiças e não vemos soluções no curto prazo. Isso produz raiva e frustração, ver tanta opressão daqueles que estão no poder”, acrescentaram outros estudantes que se levantaram em outros ônibus, como mostra um vídeo publicado pelo grupo Fé y Justicia no Facebook.

“Apesar de não podermos confiar no governo, há alguém em quem podemos confiar. Quando Jesus veio dois mil anos atrás, ele denunciou a injustiça. A Bíblia tem uma resposta clara para esta questão”, disse um dos jovens evangelistas.

Na ocasião, o grupo – que agiu em diversas frentes – destacou que era momento do “orar publicamente por nossos políticos” para que a paz seja restaurada no país. “Oramos para que Deus confronte seus corações […] Oramos para que eles possam ver a dor do povo, responder às necessidades profundas que estão no coração das pessoas por trás de cada manifestação”.

A base tomada pelos estudantes chilenos é formada a partir de passagens bíblicas, como Isaías 1:17 (“Aprenda a fazer o que é certo; busque justiça. Defenda os oprimidos”); Isaías 32:17 (“O fruto dessa justiça será paz; seu efeito será tranquilidade e confiança para sempre”); e Provérbios 11:14 (“Por falta de orientação, uma nação cai, mas a vitória é conquistada por muitos conselheiros”).

No vídeo abaixo, é possível ver parte das ações de evangelismo. Um dos estudantes cristãos ora pedindo que Deus interfira na situação: “Senhor faça justiça aos idosos, às crianças e aos doentes. Também pedimos por todos que estão sentados aqui. Nos dê paz, tranquilidade e que, neste momento, possamos confiar em você”.

Igrejas

A União das Igrejas Evangélicas Batista do Chile (UBACH) veio a público através de seu presidente, pastor Juan Carlos Berreira, para pedir que os ânimos se acalmem e dessa forma uma solução seja encontrada.

“Pedimos que a ordem social seja restaurada em tempo hábil e estamos assumindo um compromisso ativo de contribuir para essa tarefa”, declarou Berreira.

De acordo com informações do portal Protestante Digital, o pastor diz que as igrejas no Chile sabem que a situação vai além do que o simples aumento na passagem do transporte público ou questões estudantis, mas destacou que “a violência não é a maneira que Jesus propõe e não podemos apoiá-la”.

O Conselho Nacional de Igrejas Evangélicas do Chile (CONIEV) também emitiu um comunicado, ponderando que o governo de Sebastian Piñera foi eleito e é legítimo: “Todo o nosso apoio aos seus esforços para restaurar a calma e acusando aqueles por trás da violência de serem servos das trevas. A ordem pública é a perfeita vontade de Deus para a sociedade e, neste momento, cabe apoiar as forças armadas e a polícia, que são constitucionalmente responsáveis por mantê-la”.


Fonte: https://noticias.gospelmais.com.br/igrejas-chile-anunciam-evangelho-protestos-125166.html


Categoria:Mundo Cristão