“A perseguição religiosa está aumentando e é alarmante”, alerta organização

Os cristãos convivem com a perseguição religiosa desde o primeiro século da era cristã. Entretanto, com o surgimento da civilização moderna, esperava-se que tal realidade deixasse de existir e todos os povos pudessem viver harmoniosamente exercendo o direito à liberdade religiosa – doce ilusão!

Contrariando a dita civilização pós-moderna, a perseguição religiosa aos cristãos não apenas continua existindo, como aumentando em diversos países, segundo um relatório da organização Release International.

Andrew Boyd, porta-voz da Release International, disse em uma entrevista à Fox News que 2019 deve registrar um aumento considerável de intolerância religiosa em países como a China, Índia e Nigéria. “Esses são países que estão há muito tempo na lista, mas estamos vendo uma curva ascendente, um aumento alarmante na perseguição”, disse ele.

Atuando há 50 anos no monitoramento da perseguição religiosa aos cristãos em vários países do mundo, a Release explica através do seu porta-voz que a liberdade de culto é restringida em diferentes contextos, onde além da motivação religiosa, há também a questão política, fruto de ideologias como o comunismo.

“Você tem o islamismo militante na Nigéria; a China, que é o comunismo; a Índia, que é o hinduísmo militante; a Coreia do Norte é uma mistura estranha de comunismo e há uma crescente intolerância e está sendo travada na violência e nós a sabemos por causa dos relatórios que vêm de nossos parceiros em terreno”, disse Boyd.



Perseguição religiosa entre comunidades

Um fato destacado pelos observadores da Release é que a perseguição religiosa ao cristianismo tem sido espalhada entre povos que antes não compartilhavam dos métodos de grupos terroristas famosos, como o Boko Haram. A etnia Fulani, da África, é um exemplo disso.

Isso torna o combate à intolerância religiosa muito mais difícil, uma vez que se trata de uma espécie de lavagem cerebral arraigada na cultura de um povo, diferente de quando se trata de um grupo específico, facilmente identificável.

“Então, se você pegar a Nigéria, todo mundo sabe sobre o Boko Haram, mas os militantes Fulani, pastores muçulmanos, estão sendo armados e estão atacando aldeias cristãs no norte do país e as táticas que eles estão usando parecem ser bem coordenadas e planejadas”, disse Boyd.

Organizações como a Release Internacional, Portas Abertas, Barnabás Fund e a Christian Concern, apelam aos cristãos de todo mundo para que façam orações em prol dos cristãos perseguidos, para que apesar do cenário de terror, Deus continue dando coragem aos irmãos em Cristo diante do cumprimento profético das Escrituras Sagradas.


Fonte: https://noticias.gospelmais.com.br/perseguicao-religiosa-aumentando-organizacao-120850.html

Categoria:Mundo Cristão