“Há esperança”: Terrorista muçulmano que executava cristãos se converte a Jesus


Até que ponto é possível acreditar no arrependimento, conversão e transformação de pessoas que já tiraram a vida de outros seres humanos, simplesmente porque não aceitaram suas crenças? Se dependêssemos da capacidade humana, certamente não seria possível acreditar, mas felizmente sabemos que em Cristo tudo é possível ao que crê.


A organização Mission Network News publicou o testemunho de um terrorista muçulmano que atuou por muito tempo como carrasco do Talibã, uma espécie de grupo religioso islâmico fundamentalista que surgiu em 1994 no Paquistão e Afeganistão.


Em nome da “jihad”, ou “guerra santa”, como é chamada popularmente, os terroristas chegam a executar os que consideram inimigos do regime, especialmente os da fé judaica-cristã.


Este homem que teve o nome preservado em sigilo por razões de segurança, foi apenas mais um dos que seguem algumas crenças sem entender os fundamentos racionais da sua fé. Mas não por muito tempo. Por conta do sofrimento emocional causado em face das mortes que causou, ele não conseguia dormir e tinha pesadelos constantes.


Isso fez com que ele resolvesse ligar para a emissora Mohabat TV, que transmite conteúdo cristão para a África, Europa e Oriente Médio. Ele queria tirar dúvidas sobre o cristianismo e, no final das contas, terminou encontrando a paz em Jesus Cristo ao compreender a Verdade revelada por Deus.


“Levou um tempo para ele perceber que Jesus poderia ajudá-lo. Foi difícil para ele entender”, disse Nazanin Baghestani, responsável pela equipe que atendeu o ex-carrasco do Talibã.


“Certa noite, depois de orarmos, conversarmos com ele e lermos a Palavra, ele dormiu. E naquela noite ele disse: ‘Foi a primeira noite em que consegui dormir em paz’. Então ele realmente tentou se perdoar”, acrescenta Baghestani.


Baghestani explica que mesmo nos casos mais extremos de ódio e violência contra os cristãos, Deus manifesta o seu amor e perdão. Ele citou a vida do Apóstolo Paulo como exemplo, que antes de se converter foi um dos maiores perseguidores da sua época.


“Jesus disse que quem procurar irá encontrar, e quem bater terá a porta aberta. Eles estão procurando e Deus responde. Ele responde com visões, sonhos e toca seus corações, responde suas orações com milagres e sinais. Nós temos muitos testemunhos poderosos”, destaca.


“Jesus pode transformar o coração mais duro e a pessoa mais teimosa. Temos visto muitas pessoas semelhantes a Paulo vindo a Cristo. Com este testemunho, estamos tentando dizer que há esperança e que Deus está trabalhando hoje”, conclui, com informações do Christian Post.


Fonte: https://noticias.gospelmais.com.br/terrorista-muculmano-que-executava-cristaos-102423.html




Categoria:Mundo Cristão

Deixe seu Comentário